Skip to content

Notícias

Empresa Pró-Ética: O Guia

Empresa Pró-Ética: O Guia

Introdução O Pró-Ética resulta da conjugação de esforços entre os setores público e privado, para promover no país um ambiente corporativo mais íntegro, ético e transparente. A iniciativa consiste em fomentar a adoção voluntária de medidas de integridade pelas empresas, por meio do reconhecimento público daquelas que, independentemente do porte e do ramo de atuação, mostram-se comprometidas em implementar medidas voltadas para a prevenção, detecção e remediação de atos de corrupção e fraude.  Objetivo O problema da corrupção extrapola a esfera pública e…
Empresa Pró Ética: Porque Ser Uma?

Empresa Pró Ética: Porque Ser Uma?

Você entende qual a importância de participar do Programa Empresa Pró-Ética? O Pró-Ética é uma iniciativa que busca fomentar a adoção voluntária de medidas de integridade pelas empresas, por meio do reconhecimento público daquelas que, independentemente do porte e do ramo de atuação, mostram-se comprometidas em implementar medidas voltadas para a prevenção, detecção e remediação de atos de corrupção e fraude. Conheça nossas Soluções em Compliance: https://bracertificadora.com.br/servicos/
ISO 37001: O que é?

ISO 37001: O que é?

Introdução ao ISO 37001 A ISO 37001 é a norma desenvolvida pela ISO (International Organization for Standardization) que trata das diretrizes, requisitos e mecânicas que compõem um Sistema de Gestão Antissuborno. Em se tratando de um tipo de sistema de gestão, esta norma trata sobre seu desenvolvimento, implantação, manutenção, análise crítica, avaliação e melhoria contínua sobre as práticas Antissuborno. Justamente por isso, deve suprir as necessidades da empresa quanto ao práticas Antissuborno e contemplar os requisitos da empresa quanto a…

O que o padrão ético social significa para os programas de integridade corporativos?

O VALOR ECONÔMICO publicou hoje uma interessante e preocupante pesquisa do Instituto de Pesquisa do Risco Comportamental (IPRC). A mesma indica, por exemplo, que 46% dos brasileiros submetidos a um teste de integridade demonstraram ter tendência a sucumbir a desvios ou a não denunciar colegas que desviam bens das organizações em que atuam.